Falar e Ouvir


Eu ando pensando sobre o quanto as redes sociais virtuais têm me ensinado a dialogar de forma mais madura.

Primeiro porque é um exercício de expressão de ideias e opiniões que exige muita cautela: aprender a se posicionar de modo que a minha opinião não seja ofensiva a ninguém. Depois, porque requer muita atenção ao que está sendo dito pelo outro; demanda um esforço especial para se colocar no lugar do outro e tentar compreender sua perspectiva.

E é claro que o desafio é conseguir, por exemplo, levar essa experiência também para o mundo off-line.

As relações humanas exigem diálogo: falar e ouvir; posicionamento e respeito; partido e empatia.

Contudo, essas mesmas redes têm potencializado também muito rancor e agressividade. Não são raras as vezes em que a falta de cuidado com o pensamento alheio é uma verdadeira arma travestida de palavras.

Duas coisas, em particular, têm me chamado à atenção: de um lado, a falta de atenção; de outro, o excesso dessa mesma atenção. De um lado, gente que não lê e opina. Ou, quando lê, não consegue compreender a distinção entre as funções conotativa e denotativa da linguagem.

De outro, gente que ignora o cerne e foca no detalhe; e, quase sempre, no detalhe em que há um problema. É uma mistura explosiva de falta de interpretação de texto com ranzinzice.

É claro que há falta de educação e má-fé também. Mas isso é outra história.

#redessociais #ricardolengruber #diálogo

10 visualizações

+55 22 9 9996 1119

SIGA NAS REDES SOCIAIS
  • Facebook - White Circle
  • Branco Ícone Google+
  • White LinkedIn Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon
  • White SoundCloud Icon
© 2017-2018 Ricardo Lengruber - Rio de Janeiro - Brasil
SITE SEGURO