top of page

O Natal que sobrevive ao natal


O Natal tem uma mensagem que consegue sobreviver ao natal. Enquanto este louva Jerusalém, aquele, apesar de Belém, escolhe Nazaré. O natal ama Israel; o Natal irmana-se com Gaza. Enquanto um prioriza o templo, seus vendilhões e armas, o Outro contenta-se com as manjedouras, as oficinas dos Josés e os ventres das Marias; e denuncia as ruínas sobre os corpos. O presépio, apesar de seus personagens terem virado comida na ceia e alvo no radar, segue singelo no olhar inocente dos bichos, dos pastores e das crianças assassinadas. O Natal resiste ao que dele fizeram. Jesus sobrevive; sobrevive, inclusive, a alguns formatos de cristo.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page